Tartaleta de Queijo de Cabra com Geleia Balsâmica

Voltei! Depois de muuuuuuito tempo, aqui estou… com layout novo e novidades!

A primeira novidade é este layout lindinho e cheio de vida! Demorou muito, deu trabalho, mas aqui estamos! Agora o blog está organizado por tipo de prato e ingrediente principal. Também temos sessões novas. E nem todas estão no ar! Tenho algumas no forninho… 😉 Eu sei que o menu está em espanhol, mas a dinâmica de receitas traduzidas continua a mesma. Você clica na receita e logo no começo vai achar o link para a versão em Português. Tomara que você goste!

A segunda novidade, que também é uma das razões pelas quais eu tenho estado um pouco afastada do blog, é que comecei a estudar Sommeleria. Na verdade, comecei o ano passado, mas agora estou no segundo nível (de 3) e realmente as coisas se complicaram muito. Além da maratona de aulas, tenho usado o tempo livre pra estudar. A parte boa é que criei uma sessão de vinhos e cia, onde estarão meus comentários sobre o que tenho provado por aí… Ah! E todas as receitas passam a ter uma sugestão de vinho para acompanhar!

A terceira coisa que eu tenho pra contar é que saiu uma nova edição da Revista Blogi Cocina. Como anda fazendo frio aqui no Chile, a revista está cheia de receitas gostosas e quentinha pro inverno, além de dicas de produtos e restaurantes, entrevistas com blogueiros e muito mais! Para descarregá-la grátis, é só clicar aqui! Todas as receitas estão em espanhol – no pior dos casos, o Google Tradutor ajuda!

Óbvio que eu não ia deixar você na mão, então deixo aqui a minha receita traduzida! E já sabe: no final, você vai encontrar uma sugestão de vinho para essa preparação!

Foto de @cravingsjournal para Revista Blogi Cocina

Tartaleta de Queijo de Cabra com Geleia Balsâmica

Para 20 tartaletas

Massa para quiche (clique aqui para ver a receita)

Para o dip de queijo de cabra:

100g queijo de cabra (macio)

1/4 xícara de sour cream (pode substituir por cream cheese ou requeijão)

1/2 xícara de creme de leite

Sal

Pimenta do reino

Para a geleia balsâmica:

1 colher (sopa) de azeite de oliva

1/4 de cebola roxa, cortada em cubos bem pequenos

1 colher (sopa) de vinagre balsâmico

1 colher (chá) de tomilho fresco

1/2 xícara de geleia de figos

Sal

Pimenta do reino

Pré-aquecer o forno a 180 graus.

Para a geleia balsâmica, esquente o azeite numa frigideira e incorpore a cebola, mexendo bem até que fique transparente (não dourada). Coloque o vinagre e o tomilho e deixe que o vinagre evapore quase totalmente. Deixe esfriar por uns minutos e coloque a geleia de figos. Tempere com sal e pimenta a gosto.

Para o dip de queijo de cabra, misture todos os ingredientes em um bowl, até que esteja homogêneo e sem grumos. Corte a massa de quiche em círculos e acomode em uma forma de mini muffins, fazendo cestinhas. Fure o fundo e leve ao forno por cerca de 10 minutos, até começar a dourar levemente. Tire do forno e suba a temperatura para 250 graus.

Recheie cada tartaleta com o dip de queijo de cabra e devolva ao forno até dourar. Sirva com um pouco de geleia sobre cada cestinha.

Meu vinho para este aperitivo:

Ainda que muitas pessoas associem o frio com vinho tinto, quero propor um vinho branco aqui. Mas vamos passar longe do frescor que normalmente os vinhos brancos trazem, e vamos ter corpo e estrutura – e isso ajuda a entender porque eu escolhi tomar um vinho branco no frio.

Como a base desta receita é queijo de cabra, precisamos de alguma acidez no vinho. Mas temos outros ingredientes, que fazem essa receita também ter gordura – e aí necessitamos um vinho com corpo.

Para equilibrar esses dois pontos, minha sugestão é o Chardonnay de Casas del Bosque, 2015. É um vinho branco com corpo, notas a frutos secos bem tostados e uma madeira presente, mas não invasiva, e que também mantém seu frescor. Um bom equilíbrio para nosso queijo de cabra gratinado.

Quer brincar? Então prove este aperitivo com o vinho em 2 temperaturas diferentes: primeiro entre 10 e 12 graus. Depois, suba um pouquinho a temperatura, entre 12 e 14 graus. Parece nada, mas faz diferença!

Um beijo,

Renata Moreti